Produzo ou terceirizo?

Uma das primeiras decisões que a empresa precisa tomar a respeito de qualquer atividade é se vai produzir (ela própria executar) ou comprar (terceirizar, quando dependeria de outra empresa independente para executar a atividade, talvez sob contrato).

Entretanto, estes são dois extremos de um continuum de possibilidades de integração vertical, onde há, entre os extremos, algumas possibilidades intermediárias: vizinho a “produzir”, existe a possibilidade de delegar parte ou toda a produção a subsidiárias; e vizinho a “comprar”, empresas de mercado podem unir interesses contratualmente por vários anos; e, no centro, estão as joint ventures e alianças estratégicas, onde duas ou mais empresas criam uma entidade independente formada por recursos de ambas.

Continue lendo “Produzo ou terceirizo?”

Livros

Estudo de viabilidade econômica de empreendimentos imobiliários – Segunda Edição

viabilidade

Esta segunda edição do livro mais vendido sobre o assunto traz, além de todo o material original revisado e ampliado, o dobro do material publicado na edição anterior, incluindo conceitos de criação de valor econômico, como EVA, MVA, Goodwill, métricas de aferição por fluxo de caixa, e apresenta o conceito de Project Finance e a norma técnica brasileira (ABNT NBR) pertinente. Continue lendo “Livros”

CAD gratuito para Mac

Existe uma ótima opção totalmente gratuita de CAD para quem só utiliza 2D e compatível com Apple Mac: o Draftsight (Dassault Systémes, a mesma do Catia e Solidworks). Além de trabalhar no formato DWG, o Draftsight tem a mesma cara, funções e comandos de várias versões do AutoCAD, padrão mais popular para o desenvolvimento de projetos 2D durante muito tempo. Continue lendo “CAD gratuito para Mac”

[e] Competição assimétrica

A era da transformação digital reduziu a clareza na identificação de concorrentes. Antigamente havia uma boa dose de certeza ao afirmar que os concorrentes pertenciam ao mesmo setor, eram razoavelmente parecidos entre si e fisicamente identificáveis no território.

Este cenário não existe mais.

Nos dias atuais, seus concorrentes podem ter uma existência e características completamente inesperadas, de difícil identificação e não estarem geograficamente localizados. Podem ter modelos de negócios inéditos, serem digitais e escaláveis a baixíssimo custo e entregar valor de forma mais rápida e eficaz a seus clientes.

Continue lendo “[e] Competição assimétrica”

[e]

Olá! Hoje começamos uma nova série de textos sobre empreendedorismo, identificada por um [e] antes do título (como neste). Apesar de muito se falar sobre o assunto, em nosso ramo de atividade ainda ensaiamos o empreendedorismo profissional, pouco utilizamos das mais recentes técnicas e tecnologias que estão revolucionando o mundo, como a preparação para a transformação digital, o Scrum para conduzir projetos, o Canvas para idealizar o negócio ou a estratégia do Oceano Azul ao observar a concorrência. Continue lendo “[e]”

Como publicar um livro digital (e-book)?

Temos recebido muitas perguntas de leitores do blog sobre nossa viabilização lastreada quase que 100% em produtos digitais – principalmente em livros e cursos digitais. Muitos leitores têm interesse em publicar livros (vários com o material pronto) e encontram dificuldades em acessar editoras tradicionais para publicar seus trabalhos. Felizmente, isso já é coisa do passado. Você pode publicar seu livro sem gastar nenhum centavo com editoras, sem burocracia, de forma totalmente independente e com o apoio de plataformas de peso, como Amazon, iTunes, Kobo, Google e muitas outras. Continue lendo “Como publicar um livro digital (e-book)?”

Como responder à provocação do consumidor…

A internet deu a qualquer pessoa a possibilidade de se manifestar publicamente, inclusive aos consumidores insatisfeitos. A maioria das empresas ainda não sabem como reagir ao estrago que um único consumidor revoltado pode provocar à imagem pública de uma marca.

Veja a aula dada pela Electronic Arts sobre o assunto em dois vídeos. O primeiro é do consumidor em pé de guerra por ter encontrado uma falha num jogo de golf que leva o nome de Tiger Woods, um dos melhores golfistas de todos os tempos. Uma falha na programação permitia que o jogador ficasse sobre a água, e ainda assim acertasse a tacada! Por este motivo foi batizado de Jesus Shot (tacada de Jesus) O vídeo se espalhou rapidamente pela internet, ridicularizando a EA. Continue lendo “Como responder à provocação do consumidor…”