Livros

Estudo de viabilidade econômica de empreendimentos imobiliários – Segunda Edição

viabilidade

Esta segunda edição do livro mais vendido sobre o assunto traz, além de todo o material original revisado e ampliado, o dobro do material publicado na edição anterior, incluindo conceitos de criação de valor econômico, como EVA, MVA, Goodwill, métricas de aferição por fluxo de caixa, e apresenta o conceito de Project Finance e a norma técnica brasileira (ABNT NBR) pertinente. Continuar lendo Livros

O que é Gestão Arquitetônica

Mohammed Al-Harbi, Stephen Emmit e Peter Deminan definem, num dos trabalhos mais recentes sobre o assunto, a Gestão Arquitetônica (GA) como:

Gerenciamento estratégico da empresa de arquitetura que assegura a efetiva integração entre a gestão dos aspectos de negócios do escritório com seus projetos individuais, de forma a projetar e entregar o melhor valor a todas as partes interessadas.

O conceito não nasceu ontem. O termo gestão arquitetônica (architectural management) surgiu em 1964, como ação de fomento aos arquitetos no sentido de apreciarem e gerirem o lado empresarial da profissão. Desde então, apenas oito tentativas foram feitas de explicitamente definir o termo, cada uma delas propondo uma definição diferente como resultado da metodologia adotada. O resultado foi que diferentes pensamentos, escopos e funções incluídos sob o conceito de gestão arquitetônica.

Continuar lendo O que é Gestão Arquitetônica

Motivação no escritório de arquitetura: introdução

O que motiva o ser humano para o trabalho não é o dinheiro. Podem ser espantosos os resultados de pesquisas sobre o assunto que são realizadas desde os anos 1950 até a atualidade. Não é incomum trabalhadores trocarem de emprego para ganhar menos, principalmente aqueles envolvidos com atividades cognitivas, como os arquitetos. Isso deixa muita gente confusa. Inúmeras pesquisas mostram que a motivação humana depende do ambiente em que a pessoa está inserida – se o ambiente muda, a motivação também muda.

Só há uma pessoa capaz de criar motivação: ela própria. O máximo que se pode fazer externamente é criar as condições para que seus potenciais embriões se desenvolvam, nada mais. Quando o ser humano define uma meta a ser perseguida, define também um determinado volume e intensidade de esforços a serem alocados nessa missão.

Continuar lendo Motivação no escritório de arquitetura: introdução

Liderança no escritório de arquitetura: introdução

A figura do líder é elemento definidor da produtividade da equipe, decorrente da capacidade de uma única pessoa influenciar a todos melhorando os índices de atingimento de metas. Pode acontecer dessa pessoa não estar em nível hierárquico superior aos demais. A liderança é construída a partir da confiança, e esta se manifesta através de três caminhos: pela intimidação, pelo conhecimento ou pela identificação.

Continuar lendo Liderança no escritório de arquitetura: introdução

Série gestão para arquitetos publicada em livro

A série de posts de gestão para arquitetos (administração geral, marketing, finanças e recursos humanos) foi finalmente publicada em livro digital. Agora você tem acesso ao material completo, inclusive os textos do blog, no livro Introdução à administração do escritório de arquitetura, disponível para Kindle. Você pode baixar gratuitamente o leitor de Kindle para seu computador pessoal, iPad, iPhone e outros dispositivos no site da Amazon.com.

Para ver o livro na Amazon.com.br (brasileira), clique aqui.

Introdução à administração do escritório de arquitetura