Beta alavancado: o que é e como calcular

Em nossos textos anteriores sobre o assunto, já falamos da importância crucial da taxa de desconto em análises de fluxos de caixa.

Em nosso texto anterior, fizemos um exemplo de cálculo de custo de capital próprio pelo CAPM, que pode ser utilizado como taxa de desconto em empresas que não sejam financiadas por dívida alguma, mesmo que em pequena proporção (empresas com 100% de capital próprio).

Também já falamos sobre como calcular uma taxa de desconto para empresas com algum tipo de financiamento por capital de terceiros através do WACC.

O que ainda não tratamos por aqui foi sobre o aumento da percepção de risco por parte do acionista à medida que a proporção de dívidas aumenta na estrutura de capital da empresa.

Apesar de Modigliani e Miller já terem colocado que a estrutura de capital é irrelevante na avaliação de uma empresa (proposição I), Myers (1984) demonstrou que as vantagens do endividamento têm limite onde os custos de risco de falência superam o benefício fiscal das dívidas.

Portanto, o maior risco de falência em empresas financeiramente alavancadas, ao aumentar a percepção de risco por parte do acionista, aumenta também, por consequência, a exigência de prêmio pelo risco do capital próprio.

Em termos práticos, o que muda em relação à empresa sem dívidas é o beta utilizado no CAPM, pois este passa a considerar a alavancagem financeira. Este é o chamado beta alavancado, calculado da seguinte maneira:

BL = BU x (1 + (1-T) x (D/E) )

BL: beta alavancado

BU: beta desalavancado

T: alíquota de tributos incidentes sobre a renda

D: dívidas, passivo não operacional

E: patrimônio líquido

Vejamos como exemplo o texto anterior, em que calculamos o custo de capital próprio de incorporação imobiliária, para a data atual. Vamos utilizar, como hipótese, 15% de financiamento da empresa por dívidas (capital de terceiros):

BL = 0,79 x (1 + (1-0,34) x (0,15/0,85) )

BL = 0,88

O custo de capital próprio de fato fica mais elevado. Este resultado pode ou não ser compensado pelo benefício fiscal das dívidas. Para descobrir, é necessário fazer o estudo do WACC por nível de alavancagem financeira.

Saiba mais:

Estudo de viabilidade econômica de empreendimentos imobiliários

Avaliação econômica de imóveis

capaEVE_2E_peq

AvalEconRenda_capa_meia

Leia também:

Custo de capital: o que é coeficiente de correlação

Uma resposta em “Beta alavancado: o que é e como calcular

  1. Pingback: Exemplo de taxa de desconto para incorporação imobiliária | Ricardo Trevisan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.