Chicago para arquitetos

Field-Millenium

Uma das mecas da arquitetura, Chicago é destino obrigatório nos EUA. Além da arquitetura, oferece boa cerveja e comida, ótimo blues e incrível coleção de arte. Recomendo começar a visita pelo Chicago Architecture Foundation (South Michigan Ave. x East Jackson Boulevard, bem em frente ao Art Institute of Chicago). A fundação tem uma maqueta volumétrica da cidade no piso térreo e voluntários para contar sua história a qualquer interessado. Diga ao voluntário que você é arquiteto(a), e ganhará a versão premium da explanação. Nada muito aprofundado, mas vai esclarecer muita coisa, além de algumas boas dicas. Ah! Existe também ali dentro uma loja da Lego Architecture.

maqueta

Saindo do prédio do Architecture Foundation, você está de frente para o Millenium Park. Esse imenso aterro foi feito com o entulho do grande incêndio de 1871. Agora que você já viu a maquete, tem uma noção da cidade, a qual segue o padrão norte americano de concentrar a verticalização em regiões centrais (no caso de Chicago, no Loop). A partir do Millenium Park é possível Continuar lendo

VBA™ para Excel™ 14: vetores e matrizes

(ver o anterior)

Finalmente chegamos ao nosso último post da série sobre VBA para Excel. Hoje falaremos sobre variáveis com mais de uma dimensão: vetores (composto linear de dados do mesmo tipo) e matrizes (composto bidimensional de dados do mesmo tipo). Um vetor é um conjunto de dados em sequência. O tamanho do vetor é o número de dados armazenados, e é definido da seguinte forma: Continuar lendo

VBA™ para Excel™ 13: trabalhando com várias planilhas

(ver o anterior)

As referências a outras planilhas pelo VBA são feitas diretamente pelo nome de cada planilha. O arquivo de Excel normalmente já vem com três planilhas: Plan1, Plan2 e Plan3 (veja as abas abaixo da planilha).

Conforme vimos antes, as referências de células são feitas em ordem invertida em relação ao Excel. Por exemplo, a célula C4 no excel é descrita na forma Coluna (C), depois a Linha (4). No VBA, a mesma célula é descrita apenas numericamente (Coluna é descrita como 3, ao invés de C), e na ordem Linha, depois Coluna. Portanto, no VBA, a célula C4 é descrita como:

Cells(4,3)

Quando a referência for feita em relação a uma célula que está em outra planilha, segue o seguinte formato: Continuar lendo

VBA™ para Excel™ 12: exemplos de funções, manipulação de strings

(ver o anterior)

Atendendo a pedidos, deixo aqui mais alguns exemplos de funções para Excel. Veja o post anterior sobre como escrever novas funções para o Excel.

O primeiro exemplo converte temperatura em graus Celsius (tempC) para graus Fahrenheit (tempF): Continuar lendo

VBA™ para Excel™ 11: como escrever novas funções para o Excel

(Ver o anterior)

Talvez você já tenha procurado por uma função do Excel e descoberto que ela não existe. Com o VBA é possível adicionar funções novas, específicas para nossas necessidades. Escrever uma função é parecido com escrever uma Sub (macro), e exige três partes: um cabeçalho com o nome da função e parâmetros; o corpo com as instruções; e o término.

O esquema básico é o seguinte:

Function <Nome da Função>(Parâmetro1 as <tipo>, Parâmetro2 as <tipo>) as <tipo>

<Corpo>

<Nome da Função> = <valor do retorno>

End Function Continuar lendo