Mercado de projetos de arquitetura: uma base para estratégia de abordagem

high rise buildings with logs in water

O mercado da Arquitetura é muito específico. Quem tenta planejar o marketing do escritório seguindo manuais tradicionais, certamente tem problemas ao se relacionar com o mercado, principalmente de captação de serviços e precificação inadequada. Nossa área trata de prestação de serviços intelectuais, complexos e culturais. Isso exige estratégias de mercado também específicas.

Um dos melhores estudos que já li sobre os motivos disso acontecer (além de ler Bryan Lawson), é o livro de Garry Stevens, O círculo privilegiado, publicado pela UnB. A partir das constatações de Pierre Bourdieu, o texto busca a natureza de nosso desafio com o mercado a partir do natureza do que nós, enquanto profissionais de arquitetura e urbanismo, representamos para o mercado. Continue lendo “Mercado de projetos de arquitetura: uma base para estratégia de abordagem”

Os submarinos do tempo

selective focus photo of woman in white sweater and maroon pants standing on a balcony with her eyes closed while holding white ceramic mug

Amyr Klink define muito bem os desafios de qualquer navegador quando explica que ninguém atravessa mar algum. O máximo que o ser humano consegue fazer é manifestar sua intenção de travessia, e aguardar que a natureza o permita. Com paciência e sabendo  compreender os sinais à disposição.

Amyr enfrentou também um desafio maior, quando enfrentou períodos de bloqueio de seu barco (Paratii) pelo congelamento, tanto no Ártico quanto na Antártida, aventura esta relatada em seu livro Paratii – entre dois polos. Neste caso, o navegador relatou se sentir um “passageiro do tempo”, aguardando que este permitisse sua travessia. Com paciência e atento aos sinais. Continue lendo “Os submarinos do tempo”

Os fundos de investimentos

Os fundos de investimentos são regulados no Brasil pela Instrução Normativa CVM 555/14 e permitem que ativos de maior valor ou com barreiras à entrada sejam divididos em cotas. Isso traz vantagens ao pequeno investidor:

  1. Diversificação de portfólio
  2. Permite o investimento em ativos de altos valores unitários, como imóveis
  3. Acesso a ativos de precificação complexa, como derivativos
  4. Participação em operações interfinanceiras (mercado interbancário)
  5. Participação em investimentos com a ajuda de gestores profissionais especializados

Continue lendo “Os fundos de investimentos”

Falta água em São Paulo. Faz tempo.

Água é vendida barata em São Paulo (considere barato como o preço cobrado menor que seu real valor de mercado). Por diversos motivos nenhum político vai querer corrigir isso, mas é a verdade. A relação de mercado é a seguinte: a demanda pela água é a população total da Região Metropolitana (20,8 milhões de pessoas em 2013, segundo estimativa do IBGE). Já a oferta, esta é mais complicada.

A natureza de São Paulo nos abençoou com alguns corpos d’água serpenteantes na baixa declividade do planalto. Mas nós, imprudentemente, colocamos muito mais gente que o ideal por aqui. Já no século 19 idealizamos represar alguns desses rios, ideias que criariam a Continue lendo “Falta água em São Paulo. Faz tempo.”