O que é BDI?


A construção civil tem uma particularidade em relação a outras indústrias: seus clientes exigem o detalhamento do orçamento item a item, mostrando o preço de custo de cada um. E como não há quem sobreviva vendendo a preço de custo, a incidência de indiretos e as margens devem ser, de alguma forma, adicionados ao preço de custo para que o preço de venda ao cliente final apareça na própria planilha orçamentária, pois esta é também a quantificação da proposta comercial. Para resolver esse problema, foi estabelecida a prática de criar um índice único aplicado a todos os itens do orçamento, agregando a incidência de indiretos e as margens de forma global.

Há alguns problemas conceituais com o BDI. As duas últimas letras da sigla significam Despesas Indiretas, porém o BDI inclui também os Custos Indiretos (se você não conhece a diferença, veja o post anterior). Outro problema terminológico é quando afirma que inclui “impostos”, quando inclui também outros tipos de tributos. E há alguns tipos de tributos (impostos inclusive) que NÃO estão incluídos no BDI. O Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) é um exemplo. A letra B significa benefícios ou bonificação, no sentido de margem de lucro (e não no do Lucro em si, como está em sua definição).

Mas é claro que o maior problema não é o terminológico com o BDI, e sim os que trazem consequências práticas para a construtora. E calcular um índice único para toda a produção com orçamento aberto ao cliente é o maior desafio. Cada item tem características próprias criando fortes distinções e exigências da administração central entre eles. Mas o BDI, em geral, deve ser único para todo o orçamento. Portanto, para o cálculo do índice, a empresa tem que ter uma estimativa razoavelmente precisa de seus gastos e dos retornos da obra como um pacote fechado. E precisa conhecer bem suas despesas centrais a serem diluídas entre diversas obras, assim como a margem de lucro possível frente a seu mercado.

A definição do BDI (que não é necessariamente a forma como ele é efetivamente calculado pelas construtoras) é a seguinte:

  (1 + AC + DF + R)         –   1   =  BDI
1 – (TM + TE + TF+L)

onde:

AC = taxa de administração central
DF = taxa das despesas financeiras da obra
R = taxa de risco sistemático (não diversificável) aplicado ao empreendimento
TM, TE, TF = tributos municipais, estaduais e federais (exceto IR e CSLL)
L = margem de lucro

Por que alguns elementos estão no numerador e outros no denominador?

Os itens do numerador aplicam-se diretamente aos custos diretos dos itens da obra. Estes são fáceis de entender, basta majorá-los o suficiente para que estes cubram as necessidades financeiras produzidas pela administração central, pelas despesas financeiras da obra (taxas de juros dos credores, por exemplo) e pelo risco sistemático.

Já os itens do denominador não se aplicam ao custo direto dos itens da obra, e sim ao resultado da conta que estamos fazendo, pois se aplicam ao preço de venda! O governo não tributa seus custos, e sim o valor de venda que é colocado na Nota Fiscal. Se estes itens forem colocados no numerador, o preço de venda não será suficiente para cobrir os tributos (faça uma simulação numérica e perceberá isso).

O lucro também aparece aqui no denominador por ser uma taxa incidente sobre o custo raso total do empreendimento. Se não for tratado assim, os tributos reduzirão seu valor de forma inadequada, pois há tributos específicos para o lucro (Imposto de Renda e Contribuição Social sobre Lucro Líquido) que não compõem o BDI.

*    *    *

Leia o texto completo no livro Estudo de viabilidade econômica de empreendimentos imobiliários.

Baixe gratuitamente o leitor Kindle para seu computador, iPhone ou iPad na página da Amazon.

Capa do livro

Esse post foi publicado em administração, Arquitetura, dicas, finanças, textos e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para O que é BDI?

  1. Pingback: A diferença entre construtora e incorporadora | Ricardo Trevisan

  2. Gustavo disse:

    Boa explicação.

  3. Marcelo disse:

    Caro Ricardo,
    o BDI também é usado em outros países? Se eu quisesse fazer uma comparação com um conceito equivalente nos Estados Unidos, qual seria a sigla ou o conceito? Porque o Budget Difference Income certamente não se aplica.

    • ricardo trevisan disse:

      Marcelo,

      Realmente não tem nada a ver com nosso BDI, que é Benefícios e Despesas Indiretas. Você tem que buscar um indicador de incidência de indiretos, inclusive lucro. Não sei precisar qual seria.

      Abraços,

      RT

  4. paul disse:

    Obrigado, mas acho stupido esse conceito de BDI, se os estudos estao beim feitos, nao precisa pagar esse porcentagem. So existe aqui no Brasil, e um tipo de racket

    • ricardo trevisan disse:

      Prezado Paul,

      O BDI é a soma dos benefícios (lucro) e as despesas indiretas, conforme explicamos no texto. Portanto, é pago em qualquer lugar do mundo. O que podem ser discutido são as alíquotas de tributação sobre o consumo, que no Brasil são elevadas, além da tributação em cascata na cadeia produtiva.

      Um abraço,

      RT

  5. Gastei de material e mão de obra R$1.000,00. O meu BDI conforme o contrato é de 25%, assim o valor total fica de R$1.333,33 (valor que devo receber) ou estou enganado?

    • ricardo trevisan disse:

      Prezado Guilherme,

      Se você for o empreiteiro, neste caso você deve receber R$ 1.250 (1,25 x 1.000)

      Um abraço,

      RT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s