Livro sobre estrutura de capital das incorporadoras brasileiras


Já está disponível na Amazon o livro Estrutura de capital de incorporadoras brasileiras: Teoria de Pecking Order (veja aqui). Escrito para investidores, gestores e técnicos, é resultado de uma pesquisa que desenvolvi na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP) entre 2009 e 2011, sob a orientação do Prof. Dr. Eduardo Kazuo Kayo.

Este trabalho fala sobre o desempenho das incorporadoras imobiliárias brasileiras em suas estratégias de financiamento. O motivo principal deste trabalho foi o crescimento e modernização das incorporadoras brasileiras durante os anos 2000. Várias delas abriram o capital desde então, e passaram a ter ações negociadas na Bovespa.

As principais teorias observadas partem da proposição de irrelevância de Modigliani e Miller (1958) e seguem por seu desenvolvimento principal, do qual observamos especialmente a teoria de pecking order (MYERS e MAJLUF, 1984), que supõe uma hierarquia de prioridades seguida pelas firmas ao buscar financiamento de seus projetos. Foi utilizada a ferramenta de estudo de evento para buscar sinais do comportamento do mercado frente a notícias emitidas pelas firmas estudadas, em especial quanto à abertura de capital, emissão subsequente de ações em follow on (ampliação de capital próprio) e emissão de debêntures (ampliação de capital de terceiros).

 

capaEstruCap

Esse post foi publicado em administração, Arquitetura, finanças, jobs, textos e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s