Padaria Bom Pastor, fotografias de família

A padaria existe até hoje, no cruzamento da Rua José D’Ângelo com a Avenida Bom Pastor, em Santo André – SP. As fotos são da época em que pertenceu a meus avós, presentes em algumas fotos.

Padaria Bom Pastor, Santo André - SPPadaria Bom Pastor, Santo André – SP

Continue lendo “Padaria Bom Pastor, fotografias de família”

Por que a outorga onerosa discricionária não funciona?

DIREITOS AUTORAIS PROTEGIDOS NA FORMA DA LEI. CITE A FONTE.

por Ricardo Trevisan, arquiteto e urbanista

As incorporadoras imobiliárias, ao solicitarem potencial construtivo adicional através do instrumento chamado outorga onerosa aos municípios, defrontam-se com diferentes políticas de concessão em diferentes prefeituras. Em algumas delas, o empreendedor, ao fazer o pedido, sabe que obterá o índice construtivo solicitado com segurança (desde que respeitem critérios previamente estabelecidos, como os do zoneamento, por exemplo), mediante a contrapartida financeira prevista no Estatuto da Cidade. Em outras, essa certeza não existe, o empreendedor não tem segurança de que obterá o benefício solicitado no ato do pedido, ou seja, essas prefeituras agem Continue lendo “Por que a outorga onerosa discricionária não funciona?”

O atual mercado imobiliário de Santo André

por Ricardo Trevisan

Contexto histórico-econômico

Segundo Juergen Richard Langenbuch, a urbanização de Santo André tem origem na implantação das indústrias ao longo da ferrovia Santos-Jundiaí, que naquela época era a São Paulo Railway. Este trecho da linha tinha grandes vantagens por estar entre a capital da província (mercado consumidor e fornecedor de mão-de-obra) e o porto de Santos (fonte de matéria-prima e bens de capital, além de ser base para exportação ou navegação de cabotagem que fazia a distribuição para outras províncias). A implantação dessas indústrias no território que hoje é Santo André foi delimitada pelo Continue lendo “O atual mercado imobiliário de Santo André”