Como converter dB em dB(A): a experiência de Fletcher-Munson [acústica]

O ouvido humano não percebe as diferentes frequências sonoras com a mesma sensibilidade. Algumas são mais auditivas do que outras.

Isto significa que um valor em dB para uma determinada frequência pode ser percebido com clareza em uma faixa de frequência e nem ser percebido em outra.

Ou seja, para o ouvido humano, 60dB em 125Hz é completamente diferente dos mesmos 60dB em 1000Hz. A partir das experiências de Fletcher e Munson, foi possível identificar as curvas de mesma sensibilidade sonora ao ouvido humano (curvas isofônicas).

Para “corrigirmos” esta diferença utilizamos outra unidade de medida de nível de ruído, o dB(A). Esta unidade é baseada na faixa de 1000Hz, ou seja, nesta frequência, os valores em dB coincidem com os valores em dB(A). Nas outras frequências o dB(A) significa: “equivale a tantos dB em 1000Hz”.

Utilizamos os seguintes valores de correção de dB para dB(A):

125Hz: -16
250Hz: -9
500Hz: -3
1000Hz: não muda (faixa de referência)
2000Hz: +1

4000Hz: +1

Exemplo: vamos calcular a equivalência em dB(A) do ruído de trânsito que apresentamos anteriormente neste blog:

125Hz: 77dB (-16) = 61dB(A)
250Hz: 76dB (-9) = 67dB(A)
500Hz: 74dB (-3) = 71dB(A)
1000Hz: 72dB = 72dB(A), faixa de referência
2000Hz: 71dB (+1) = 72dB(A)

4000Hz: 66dB (+1) = 67dB(A)

Experiência de Fletcher-Munson
Experiência de Fletcher-Munson

 

Livro recomendado para acústica arquitetônica:

Acústica arquitetônica

51qXp9jGYKL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.