O conceito cidade-jardim

por Cintia Pessolato Efraim

 

O conceito de garden-city consagrou-se ligado a experiências britânicas do início do século XX e é entendido de formas diversas; acabou sendo popularizado pela associação a uma terminologia, que transita pelos termos cidade-jardim e subúrbio-jardim, nem sempre de maneira precisa. O termo cidade-jardim refere-se a núcleos urbanos, que buscam independência de outras cidades, possuindo planejamento com finalidades sociais amplas e a união entre cidade e campo em um só todo, procurando a harmonia que não existe na cidade industrial. Já o subúrbio–jardim constitui uma extensão de uma Continuar lendo O conceito cidade-jardim

Gabriel Bolaffi: “Urban Planning in Brazil"

Gabriel Bolaffi “Urban Planning in Brazil: past Experience, current trends” (tradução parcial – primeira parte)

Publicada em: Habitat International vol. 16, N° 2, p. 99 a 111, 1992.
Tradução de Ricardo Trevisan

(p.99) Até o golpe militar 1964 não havia uma política nacional de planejamento urbano, apenas experiências pontuais de planejamento e desenho urbano ou experiências de renovação em várias cidades brasileiras. O Rio de janeiro foi completamente redesenhado e reconstruído no início do séc. XX segundo o padrão Haussmaniano em voga na época. No caso do Rio, foi feito por várias razões inclusive dar um aspecto Europeu à capital federal, expelir as classes “infectas e perigosas” da região central da cidade e implementar medidas sanitárias contra a febre amarela.

Continuar lendo Gabriel Bolaffi: “Urban Planning in Brazil"