Carta aos desempregados da era Lula-Dilma

São Paulo tinha, no início dos anos 1920, dois principais jornais que viviam de sua rivalidade dualista (já falamos sobre isso por aqui). De um lado, o Correio Paulistano era o porta-voz do conservador Partido Republicano Paulista (PRP). De outro, O Estado de São Paulo de Julio de Mesquita. Este último, apesar das rixas com o Correio, não representava seu total antagonismo – para ilustrar, relutou em prestar apoio aos rebeldes da Revolução de 1924. Tudo o que fez foi Continue lendo “Carta aos desempregados da era Lula-Dilma”