Morte na FEA-USP e o governo reativo

por Ricardo Trevisan

O assassinato cruel do aluno da FEA-USP suscita uma série de colocações e comentários, mas me parece que o cerne da questão ainda não foi atingido. Assim como a violência, convivemos com uma série de outros problemas públicos cujas soluções sequer estão sendo pensadas pelo governo.

É sempre assim, precisamos chegar a uma situação limite para que uma ação da administração pública seja Continue lendo “Morte na FEA-USP e o governo reativo”