Proteja seu dinheiro: Copom sinaliza novo cenário para o investidor

Última ata do Copom (reunião que manteve a Selic meta em 11% ao ano) sinaliza um possível pico, com eventual redução da taxa daqui a alguns meses, se a inflação cair. Se esse cenário realmente se realizar, o momento atual será lembrado como a hora ideal para aquisição de títulos pré-fixados, como as
LTN do Tesouro. Uma redução da inflação sem queda dos juros podem reverter o forte deságio dos títulos atrelados ao IPCA (leia-se NTN-B e afins). E a tendência para os atrelados à Selic (LFT) tenderiam a se desvalorizar no mercado secundário.
Observação: tudo isso se a inflação cair. Mas a baixa poupança, baixos investimentos e baixo crescimento do país reduzem a oferta agregada. Portanto, com crédito para a demanda, a tendência é que a inflação persista. Além disso, a redução da nota de crédito do Brasil deve forçar taxas de juros daqui para cima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.